Pesquisa personalizada
26
Out 08

Orpheu Galeria Arte inaugurou mostra colectiva e revelou talentos

 

'Nota máxima do público aos esforçados pintores -alunos'

 

 

A Galeria “Arte Orpheu”, sita à Rua de Sto. António, proporcionou, na quinta-feira passada, dia 10, uma noite inesquecível aos artistas que frequentaram as aulas de pintura leccionadas pela pintora Rosa Amaral, no Atelier de Pintura e Manualidades da “Livraria Orpheu”, assim como a todo o público que, constituído por familiares, amigos e convidados, encheu o espaço, durante a inauguração da exposição colectiva, que terminou já depois da meia-noite.

 

 A alegria, um sentimento de grande realização pessoal e mesmo uma grande emoção foi partilhada, tanto pelos pintores, como pela professora Rosa Amaral que, quase sem palavras, ainda conseguiu dizer que estava “muito contente, apesar de estar um pouco cansada, pois foi um ano de intenso de trabalho, um ano que, neste caso - pois foram um par de aulas semanais - representa muito pouco tempo para conseguirmos os resultados maravilhosos que estão aqui.”, frisou.

 

 João Luís Pereira Guedes, proprietário da galeria, do atelier e da livraria “Orpheu” também não estava menos “comovido por ver concretizado um objectivo”. De resto, já aquando da reinauguração da galeria, a 7 de Dezembro do ano passado, tinha expressado ao NG a intenção de fazer com que o espaço não só promovesse o património cultural da cidade, o que levava a dizer, então: “como temos um espólio tão grande, um dia faremos uma homenagem a pintores de Guimarães como Chico Maia, Caçoila, António Soares e outras pessoas que estiveram ligadas a Guimarães”, como assegurava: “Este espaço servirá não só para artistas com obra feita, mas também para dar estímulo aos pintores que estão a aprender na escola, de modo a que possam ter uma oportunidade para expor.”.

 

 

 

 'Exposição patente até ao próximo dia 31'.

O objectivo foi, assim, prometido e cumprido, o que fez com que Arlinda Guedes Pimenta, muito elogiada especialmente pela sua representação de um “Cristo”;

João Daniel, um aluno surdo-mudo capaz de expressar todo um mundo interior e uma visão muito própria do que o rodeia, por exemplo, em “Paisagem Urbana;

Mariana que, com apenas 12 anos, é considerada “a mascote” e a “criativa” do grupo;

Elaine Soares que cativou todo o público com o seu “Nu”;

Aldina Oliveira que encantou com “Arranjos Florais” e todos os outros artistas -

Manuela Cunha Abreu,

Isabel Marreiros,

Maria Umbelina,

Ekaterina Oliveira

e Esperança,

com obras igualmente cativantes, fossem capazes de surpreender até os familiares mais chegados pela qualidade dos seus quadros.

Apresentando todo o tipo de técnicas, desde óleos sobre tela, acrílicos sobre tela, técnicas mistas e colagens, entre outras; uma grande variação de inspirações temáticas e de escolhas de paletas de cor, as obras dos alunos do Atelier de Artes e Manualidades da “Orpheu”, mereceram as críticas mais positivas e a nota máxima por parte de todo o público presente. Público que poderá apreciar esta mostra até ao final do corrente mês.

Quanto aos objectivos da gerente do espaço, Assunção de Lima (a pintora vimaranense que, aliás, também está a expor, individual e simultaneamente, no Centro de Turismo da Região Norte, em Esposende, a exposição “ Não magoem a Natureza”) - também eles foi atingidos.

Tanto o “despoletar nas pessoas o gosto pela arte e cultura, em particular a de autores vimaranenses”, como o de “dinamizar este espaço, que estava morto, nesta que é uma das principais ruas da cidade.”

 

publicado por Livraria Orpheu às 14:54
tags:

Hidro Miçanga
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

3 seguidores

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO